quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Dia 83: 2003 - Fuloresta do Samba (Siba)

O disco de hoje começa com os sons marcantes das cirandas e dos maracatus de baque solto.
Siba é um multi instrumentista, mais conhecido pela rabeca que toca e por seus baques vocais afiados, desde a banda Mestre Ambrósio (que já desfilou por aqui no "O disco de hoje" também).

O som desse disco vem dos registros da zona da mata pernanmbucana e traz à tona a simplicidade complexa nos instrumentos. O maracatu rural geralmente é feito com um conjunto de metais (clarinete, saxofone, trombone, corneta ou pistom), e a percussão que é formada normalmente por uma única caixa ou tarol, surdo, ganzá, chocalhos e a porca (uma cuíca com som grave).

Na primeira música siba apresenta a Fuloresta, instroduzindo os desvisados ao seu universo.

O baile segue e fica animado já na terceira música Caluanda, apresentando essa linda ciranda, que dá vontade de sair bailando junto.
Acelerando a coisa, os maracatus rurais acelerados das músicas Trinceiras da Fuloresta e de Poeta Sambador, deixam o ouvinte pensativo e com vontade de sambar os maracatus rurais também!

Vale à pena escutar os discos do Siba, que em breve devo trazê-los aqui novamente. Genial!

Todas as obras do Siba estão disponíveis para download no site dele (pega aí).
Ou escuta aí na "SomNuvem"