sexta-feira, 4 de julho de 2014

Dia 36: 2005 - Balancê (Sarah Tavares)



O Disco de Hoje abre uma exceção, sendo o primeiro disco não brasileiro do nosso internacionalmente conhecido blog. Mas a brasilidade musical da portuguesa descendente de caboverdianos é quase palpável. Além disto, nós conhecemos muito pouco (ou quase nada) da música dos nosso colonizadores, então fica esta dica. Conversando com um português há alguns anos, cheguei à conclusão que Portugal é hoje colônia cultural do Brasil. Eles assistem nossas excelentes (?!) novelas, escutam nossas músicas, lêem nossos livros, compreendem o português brasileiro com fluência (nós temos dificuldade de compreender o português lusitano falado). Da cultura portuguesa atual, nós só conhecemos Saramago.

É um disco tranquilo e muito alto astral. Muita influência africana, em suas percussões e nos dialetos que aparecem em várias ocasiões. Começa com a contagiante "Balancê", que dá nome ao Disco de Hoje. "One Love" é uma das minhas preferidas, uma declaração de amor em diversos idiomas. "Amar é" é profunda, arrepiante, violão, voz e percursão. Temos ainda algo de sambinha em "Planeta Sukri", com direito à cuíca.

Mais informações sobre esta negra linda no seu website.

Abaixe o Disco de Hoje e coloque uma boa dose de positive vibrations nos seus dias chuvosos (ou não).