segunda-feira, 25 de maio de 2015

Dia 74: 2010 - Cinco Sentidos (Mateus Aleluia)


"É o ariano que ignora o africano, ou é o africano que ignora o ariano?", pergunta uma bela música do Mundo Livre SA. Na música, não tenho dúvida... Os negros criaram tudo: jazz, reggae, blues, rock, funk, soul, samba, rap, chorinho... Tudo.

O baiano Mateus Aleluia era de um grupo negro vocal chamado "Os Tincoãs", famosos nas décadas de 60 e 70. Conheci agora através do excelente Disco de Hoje, chamado "Cinco Sentidos", seu primeiro disco solo, produzido aos 66 anos. A voz de trovão do negão me lembra o mineiro Marku Ribas, que já pintou por aqui. A sua companheira neste disco, Soraia Oliveira, me lembra muito a Gal nos tempos áureos.

"Amor Cinza" é lindona demais, toca bem fundo:
Não aceito quando dizem que o fim é cinza
Se eu vejo cinza como um início em cor
Quando tudo finda, dizem, virou cinza
Equívoco pois cinza cura, poesia eu sou
Vamos celebrar, o amor há de renascer das cinzas
Vamos festejar o cinza com amor
 "Quem guiou a cega" gruda na cabeça de uma forma impressionante... Meu pequeno de 3 anos ficou cantando sem parar... "Palavra que reza" está completinha, pandeiro, cuíca, trompete, a coisa mais bunita...

Mergulha fundo, volta prás raízes de todos nós! Alimenta o africano em você...

Dá uma olhada no quanto este senhor é lindo tocando "Amor Cinza" aí no tubius ou ouça o disco inteiro ali embaixo. E não deixe de adquirir O Disco de Hoje!