terça-feira, 12 de maio de 2015

Dia 68: 2012 - Trabalhos Carnívoros (Gui Amabis)


O Disco de Hoje é um tanto melancólico e profundo. Gui Amabis apareceu aqui no Disco de Hoje no excelente disco Sonantes, junto com Céu, Dengue e Pupilo (do Nação Zumbi). Ele também é produtor e foi responsável por várias excelentes trilhas sonoras ("Bruna Surfistinha", "Senhor das armas", etc) e parece ter grande responsabilidade nas composições e arranjos dos dois primeiros discos da Céu, sua ex.

Este é um disco bem diferente do seu primeiro, que conta com um montão de participações (Ceu, Tulipa, Criolo, Tigana, Lucas Santanna) e que ele propriamente canta poucas músicas. "Trabalhos Carnívoros" é triste. Perguntado se esta tristeza está relacionada com a sua separação da cantora Céu, com quem foi casado, ele disse: "Não vou dizer que não. Todo mundo toca para extravasar alguma coisa. Acho estranho quando o cara fala faço música para mim. Mas as canções não falam diretamente sobre isso". Mas como bem disse o poetinha, "prá fazer um samba com beleza é preciso um bocado de tristeza". "Trabalhos Carnívoros" é um obra bela, muito bela. Separar-se da maravilhosa Céu deve ter sido triste, doloroso.

A primeira faixa, que dá nome ao disco, tem um arranjo de bateria aliado a uma guitarra suja, cello de Fernanda Monteiro e voz e poesia profundas, boa demais. "Um bom filme" também vale muito a pena: "o custo de todos os vícios, do forte ao mais agressivo, das coisas que a gente se lembra..."

Veja o clipe, ou ouça o disco completo no tubius. Melhor que isto, adquira logo O Disco de Hoje.