sexta-feira, 18 de julho de 2014

Dia 41: 2009 - Vagarosa (Céu)


Quando conheci a Céu, no seu primeiro album, de 2005, me apaixonei. Foi muito bom ver uma menina nova fazendo música boa e diferente. Demorou 4 longos anos para ela lançar O Disco de Hoje, o excelente "Vagarosa". Fazia tempo que eu pensava em promovê-la ao Disco de Hoje, sempre postergando por ouvir outras coisas. Desta vez não teve jeito, ouvimos este álbum em Macacos, fazendo pizzas, com crianças brincando na mata, papeando com um amigo das antigas, que definiu o álbum como uma obra-prima da MPB.

O vozeirão da Céu contrasta com sua aparência de menina. "Vagarosa" foi aclamado pela crítica internacional e ganhou um Grammy (se é que isto tem alguma importância). Tem 12 músicas dela, com parcerias com Fernando Catatau, Siba, Beto Villares, a filha do Itamar Assumpção, Anelis e Thalma de Freitas. As gravações ainda contam com participação de Luiz Melodia e Los Sebozos Postizos. 

Após um rápido prelúdio ("Sobre o amor e seu trabalho silencioso"), vem arrebentando com "Fiz minha casa no seu cangote" na segunda faixa ("Cangote"). Uma das minhas preferidas é "Bubuia" tem uma riqueza de sons, instrumentos e vozeirões femininos misturados. "Nascente" também é excelente, com o trompetista Guizado (excelente) gritando forte sobre o instrumental do Siba num funk jazz (se é que dar prá definir). "Vira Lata" tem o estilo inconfundível do grande Luiz Melodia, sambinha gostoso.

Ainda tem "Rosa Menina Rosa" do Jorge Ben, quase irreconhecível, numa versão prá lá de psicodélica. "Sonâmbulo" é definido (por aqueles que gostam de definir) como um afrobeat orgânico com estilo jamaicano (?!), com um refrão que não sai da cabeça: "é bom desconfiar dos bons elementos".

Vale muito a pena ter, baixar, ouvir e re-ouvir, de preferência com fones de ouvido, para atentar para os ricos detalhes. Adquira o Disco de Hoje ou ouça no tubius.